Sete fotinhos! Será difícil escolher, mas em cada novo post colocarei somente sete imagens - produzidas em sessões fotográficas diversas.
Sinta-se à vontade para comentá-las e para maiores informações, conheça meu site:

www.chelreis.com

Flashless

Ao cobrir eventos o uso de flash é freqüentemente necessário, por vezes, imprescindível.
Ao fotografar num estúdio o uso de flash pode ser justificado.

Aqui e acolá, o flash pode ser bem-vindo e até mesmo proporcionar efeitos legais; a questão é que quem manja de fotografia é que sabe adequadamente usá-lo. Amadores poderiam, num passe de mágica, melhorar a qualidade das fotos que produzem se desabilitassem a função de flash de suas câmeras.



Fotos com flash estão sujeitas a toda sorte de "efeitos" ridículos, tais como:

- Olhos vermelhos
- Testa, bochechas e queixo brilhosos
- Cores alteradas
- Áreas brancas "estouradas"
- Sombras indesejáveis

Além de ressaltar imperfeições, como espinhas, rugas, etc - o que deveria ser suficiente para desencorajar a qualquer amador do uso de flash.

Algumas dicas:

O ISO (ou ASA) pode ser alterado em qualquer câmera digital.
ISO determina o quão sensível à luz o sensor da sua câmera será. Quanto maior o ISO, mais sensível - o que pode vir a calhar quando se fotografa num ambiente com pouca luz natural, sem luzes auxiliares (ou flash).

Em outras palavras, se você está fotografando num ambiente claro, ensolarado, um ISO de 100 ou 200 estará de bom tamanho. Já sob céu nublado ou em áreas sombreadas, você precisará dum ISO de pelo menos 200, sendo 400 geralmente melhor. Para fotos internas experimente de 400 pra cima, lembrando que quanto maior for o ISO, mais provável obter "ruídos" em suas fotos, então não abuse.

Se sua câmera for SLR, você poderá também alterar a "abertura" de sua lente, indicada pela letra "f". Quanto maior o número, MENOR a captura de luz. Quanto menor o número, MAIOR a captura de luz. Sendo assim, um f/2.8 é melhor que um f/5.6.

Um jeito fácil de fazer fotos bonitas é boicotar o flash, balancear o ISO e, se possível, abertura (f). Por fim, o mais importante: como a exposição será mais longa, ambos, fotógrafo e "assunto" (pessoa a quem você fotografa) devem manter-se parados, imóveis, té que o clique seja concluído.
Blog Widget by LinkWithin

Um comentário:

  1. Ôi, nao pretendo ser uma fotógrafa como vc, mas....aprendi alguma coisa com seus "flashless". Muito bom...quem sabe ainda seremos fotografados por vc neste ano para comemorar nossos 40 anos de casamento...ok? (àlbum de dois veinhos...rsrsrs)

    ResponderExcluir